top of page
  • Rtvets

05 dicas infalíveis para publicações nas redes sociais

Atualizado: 3 de abr. de 2022


Médico Veterinário, tem dúvidas sobre o que é permitido e proibido postar nas redes sociais? Tem medo de postar algo que esteja irregular e que infrinja o código de ética? Se liga nessas dicas!


É comum vermos postagens nas redes sociais que infringem o código de ética profissional, vejam imagem ao lado. Este é apenas um exemplo de irregularidade verificada nas redes, mas há outros erros também comuns. Neste artigo vou elencar 5 dias infalíveis para você acertar em suas publicações profissionais nas redes sociais e evitar penalizações éticas.


1º Não faça postagem de serviço gratuito!

O médico veterinário pode realizar serviço gratuito, estabelecer uma cota de atendimentos a seu critério, assim como fazer serviço de responsabilidade técnica de forma voluntária, mas não pode divulgar a gratuidade do serviço, não podendo utilizar disso como um diferencial da clínica ou como um merchading.


2º Não publique preços dos serviços!

É proibido a divulgação de tabelas de preço ou formas de pagamento dos serviços, logo esta tabela deve ficar restrita ao estabelecimento veterinário e divulgada apenas em conversas restritas com os clientes.


3º Sorteio de consulta veterinária: JAMAIS!

É proibido vincular o serviço veterinário a promoções ou prêmio de qualquer natureza, visto que devido a importância da categoria e serviço prestado à sociedade deve-se zelar pela qualidade e prestígio.



4º Divulgação de pacotes promocionais

A combinação de serviços veterinários e produtos ou serviços de estética animal com objetivo de faz promoção ou preço diferenciado também é irregular. Entende-se que o serviço veterinário; seja ele consulta, cirurgia, exames, aplicação de medicamentos ou vacinas, dentre outros não é passível de formação de combo ou promoção. Veja a imagem abaixo.




5º Título de especialista apenas se reconhecido pelo CRMV/CFMV

Após finalizar uma pós-graduação é natural queremos divulgar esse diferencial, mas é ai que o profissional peca. Apenas uma especialização não é suficiente para divulgar e utilizar do termo "ESPECIALISTA". Isso mesmo!

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), os cursos de especialização lato sensu são vistos como meios de aperfeiçoamento profissional e instrumentos de educação continuada que atendem às necessidades do mundo do trabalho. Mestrados e doutorados, modalidade de pós-graduação, dito stricto sensu, são voltados para alta qualificação e formação de docentes/pesquisadores. Nenhuma destas titulações devem ser confundidas com o título de especialista, porém a conclusão destes cursos é considerada na avaliação curricular visando a obtenção ou renovação do mesmo.

O termo “especialista” na Medicina Veterinária e na Zootecnia é um título homologado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) àquele emitido por entidades que cumprem os requisitos da resolução que trata sobre especialidades veterinárias (Resolução CFMV nº 935/2009) e que devem estar habilitadas pelo Federal. O profissional que pretende obter o título deve apresentar o seu memorial circunstanciado e se submeter às provas elaboradas pela respectiva entidade. Logo para se obter o título, o profissional deve se submeter ao regramento imposto pela resolução citada.


Mas então, o que posso publicar?

São várias as possibilidades, mas o principal é o profissional entender que deve valorizar a sua profissão, e que o serviço prestado, vai além de valores e preços no mercado. Devemos fazer com que os tutores e clientes respeitem e valorizem o trabalho do Médico Veterinário. Logo fazer postagens com os tutores e pacientes, desde que com termo de autorização assinado, é uma opção; fotos da clínica e procedimentos operacionais para garantia da higiene e cuidado com o paciente; orientações gerais de cuidados com os animais; divulgação dos serviços prestados pelo profissional e estabelecimento; divulgação do dia a dia do profissional. Temos que passar segurança e autoridade nas redes sociais e focar em precificação não é a solução!


E lembre-se RT, você é responsável pela publicidade dos estabelecimentos em que responde. Nos estabelecimentos veterinários deve seguir a risca essas dicas!



Se você gostou das dicas, curti aí!

Abraço da equipe Rtvets!


13 visualizações0 comentário